Nossa Campanha continua , contamos com sua ajuda.

Para assinar, clique AQUI!

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Quem luta pelos Pacientes com MM sofre difamação


ESCLARECIMENTO



Ao Senador Suplicy, nosso reconhecimento e gratidão.

Liberação da lenalidomida

O Estadão de 22/5 publicou matéria assinada pelo jornalista Jamil Chade, correspondente em Genebra, intitulada Agenda da Anvisa mostra lobby de parlamentares em favor de indústrias de saúde. No fecho, o jornal apresenta assertiva feita pelo diretor-presidente da Anvisa, sr. Dirceu Barbano, na qual declara: "A relação dele (parlamentar) com a empresa não é problema meu. É um problema ético dele". Meu nome é citado na reportagem como tendo pedido reunião e acompanhado a dra. Christine Battistini, da International Myeloma Foundation Latin America, para tratar de autorização do uso da lenalidomida no Brasil para tratamento do mieloma. Esclareço que de fato acompanhei a dra. Christine, munida de abaixo-assinado com mais de 22 mil assinaturas, com o pedido de estudo para aprovação da lenalidomida para tratamento do mieloma múltiplo, um tipo de câncer que ataca a medula óssea. Fruto de solicitação do próprio presidente da Anvisa, feita durante a audiência, foi encaminhado relatório técnico favorável à adoção imediata do medicamento, realizado pela professora dra. Vânia T. de Moraes Hungria, de Hematologia e Oncologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e diretora técnica e presidente da Comissão Científica da International Myeloma Foundation Latin America. Médicos e pesquisadores em vários países afirmam que a combinação de várias drogas, entre elas a lenalidomida - já aprovada e utilizada na América do Norte desde junho de 2006 e nos mais diversos países da Europa, bem como na América Latina -, é a melhor estratégia encontrada, com resultados bastante satisfatórios, para o tratamento do mieloma múltiplo. No Brasil, os pacientes ricos conseguem importar o medicamento para tratamento do câncer de medula óssea, mas as pessoas pobres não têm acesso a esse tipo de remédio de última geração, como declarado pela dra. Christine. De posse dessas informações, julguei conveniente apoiar a solicitação de liberação da lenalidomida no País. Em momento algum solicitei qualquer descumprimento de normas. A cartilha ética - de Platão a Foucault -, por certo seguida pelo presidente da Anvisa, é meu livro de cabeceira desde sempre. Tenho a convicção de que solicitar a atenção da Anvisa para que examine a possibilidade de autorizar a produção e/ou comercialização de produtos que possam curar ou diminuir o sofrimento de seres humanos constitui minha legítima função como senador da República.

EDUARDO MATARAZZO SUPLICY
esuplicy@senado.gov.br-São Paulo
Fonte: Estado de São Paulo

Nota de Repúdio



O Sr. Dirceu Barbano, além de insensível, incompetente e omisso com a causa dos Pacientes com MM-dentre outras que lhes são devidas por dever de oficio, demonstra em sua declaração covardia e descaso com o sofrimento daqueles que, sem recursos, suplicam por direitos que lhes são constitucionalmente assegurados [ainda que nunca conquistados] ofendendo o único Parlamentar que se comoveu com esta causa nobre e justa.

A Presidente , por questão de justiça, deve imediatamente demitir Dirceu Barbano da ANVISA, posto que é declaramente: mentiroso, inoperante e omisso.
A Dirceu Barbano, nosso mais veemente repúdio, por seu descarado desprezo pela Vida dos Brasileiros.

Anamerij
[ Em defesa dos Pacientes com Mieloma Múltiplo ]

6 comentários:

  1. É isto Merij,quem não te conhece , não sabe em QUEM está cutucando.
    Sua coragem, destemor, sua doação para as causas justas , fazem de Vc. esta mulher admirável e guerreira. Bravo!!!
    Luiz Guerra- [ seu eterno aluno e admirador] -RJ

    ResponderExcluir
  2. Faço minhas as palavras de seu aluno. Em frente Merij!
    Contigo: sempre.
    Bjs, Val

    ResponderExcluir
  3. Concordo: um ser desprezível como este , não pode dirigir um órgão tão essencial para a Vida dos brasileiros.
    Fora Barbano!
    Parabéns ao Senador, parabéns a anamerij pela nota de repudio.
    Luiz Guilherme- SP

    ResponderExcluir
  4. Em Brasília quem luta pelos Brasileiros não tem valor, mas a Máfia da Corrupção sim!
    Que País é este?????
    Djanir Bastos-BH

    ResponderExcluir
  5. "Tenho a convicção de que solicitar a atenção da Anvisa para que examine a possibilidade de autorizar a produção e/ou comercialização de produtos que possam curar ou diminuir o sofrimento de seres humanos constitui minha legítima função como senador da República."
    Palavras do Senador Suplicy
    Não, não quero me dirigir a Dirceu Barbano.
    Em vez disso, salvas e loas a quem as merece, o Senador Suplicy.
    Que cumpre legitimamente a sua função em prol de nós outros, os que jamais teremos os cuidados dos Hospitais Sírios-Libaneses da vida, onde, segundo palavras da minha diarista -atenção aqui - MINHA DIARISTA disse: "os políticos são tão paparicados, como nunca seremos, pobres de nós."
    Minha diarista assim exclamou, sem ser interrogada a respeito: sofreu de câncer de mama
    e luta desesperadamente, para se manter estável,
    nas filas doloridas do SUS. Precisa mais que isso ser dito?
    Nem o povo mais humilde suporta mais TANTO DESCASO E INCOMPETÊNCIA, PARA NÃO DIZER COISAS
    MUITO PIORES.
    Ao Senador Suplicy, meu muito obrigada!
    Eu poderia ser uma, ou poderei ser uma no quadro
    dos portadores do MM, pois do amanhã só sabe Deus,
    Eliana Crivellari-Belo Horizonte

    ResponderExcluir

Agradecemos sua presença e apoio.
direitodeviverpmm@gmail.com